Leniza

Leniza Castello Branco, psicóloga e analista junguiana na capital paulista, é membro da Sociedade Brasileira de Psicologia Analítica (SBPA).

É tambem cantora e pesquisadora de música popular brasileira

44 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Andrezza
    nov 12, 2007 @ 11:50:33

    Parabésn pelas matérias publicadas.
    Li uma matéria na revista caras, não me lembro qual, mas é recente, que fala sobre a separação(que as mulheres tomam a inicitaiva na maioria das vezes), e gostaria de saber se tem como você me enviar essa matéria, por favor.

    Aguardo um retorno,

    Atenciosamente,
    Andrezza

    Resposta

    • Raniley
      mai 28, 2010 @ 12:05:35

      Bom dia Dra. Leniza;
      Parabens pela sua matéria, lhe e está me ajudando muito. Queria muito que se a senhora pudesse, me enviar para o meu email;
      Obrigada
      Atenciosamente
      Raniely

      Resposta

    • leniza
      mai 28, 2010 @ 17:26:08

      Oi Andrezza

      Mande seu email qye envio o artigo. Abraço Leniza

      Resposta

  2. Demilene
    abr 01, 2008 @ 18:28:53

    Parabéns pela matéria sobre pais separados, relacionamentos pós separação. Achei incrível, pois relatou a situação em que vivo, sou separada, tenho um filho de 2 anos e casei novamente, meu marido é separado também e tem um filho de 8 anos. Vivemos em fase de adaptação por enquanto, mas com o tempo, acredito que melhorará muito essas relações !

    Resposta

  3. patricia
    set 17, 2008 @ 19:14:37

    Achei ótima a matéria de Caras:Se você está sozinho,…
    Como disse Mario Quintana;Não devemos correr atrás das borboletas,e sim cuidar do nosso jardim,para que elas venham.

    Resposta

  4. Romério Rômulo
    mar 29, 2009 @ 18:41:00

    leniza:
    tomei conhecimento do seu trabalho pelo luis nassif e
    vim conhecer.estarei de volta.
    romério

    Resposta

  5. Carla
    ago 13, 2009 @ 22:09:19

    Olá Leniza, tudo bem?
    Sou jornalista e estou fazendo um trabalho sobre o surgimento do choro. Queria conversar com você sobre o Arthur Napoleão. Estou em busca inclusive dos arquivos da Casa Arthur Napoleão, será que você pode me dar alguma dica?
    Trabalho para a Editora Abril e outras editoras.
    Obrigada,
    Abraços,
    Carla

    Resposta

  6. Eliana Regina
    nov 04, 2009 @ 20:25:14

    Gostaria de entrar em contato com você, como devo proceder. Obrigada Eliana

    Resposta

  7. Eliana Regina
    nov 04, 2009 @ 20:26:34

    Me identifiquei muito com a sua materia na revista Caras, por estar passando por uma fase semelhante, gostaria de lhe falar a respeito.
    Até mesmo em uma consulta Obrigada Eliana(Teka)

    Resposta

  8. Bruna
    nov 06, 2009 @ 14:47:14

    Olá, Estou passando pra dizer que essa matéria tem muito haver comigo em alguns pontos, pois ainda ñ sou casada, e amo duas pessoas, ñ sei se isso é possível, ou ñ é amor, eu ñ sei… só sei que ñ consigo me afastar de nenhum, ja tentei muitas vezes, terminar com um, mas sempre voltei. Não sei mais o que fazer, sofro muito, ja passou de agoni, é um sofrimento, uma angústia, que ja passou pra fase de depressão, to muito deprimida, que ñ tenho mais vontade de nada, ñ tenho auto-estima, confiança em mim mesma, acho que ñ sou capaz de fazer alguém feliz, e de ser feliz, ñ é mais adrenalina, aventura, já é medo, ando assustada, com terror de nadar na rua, pois parece que alguém ta me seguindo, to em pânico!!
    Preciso de ajuda eu sei disso.

    Resposta

  9. Letícia Soares
    dez 14, 2009 @ 12:41:54

    Olá Leniza, bom dia!

    Li um dos seus textos que por vivenciar há algum tempo me fez identificar-me e gostaria de sanar algumas dúvidas a respeito. Encaminho-lhe um e-mail e se não for lhe trazer problemas serem muito grata a sua resposta.

    Atenciosamente, Leticia.

    Resposta

  10. Daniele Mendes
    fev 19, 2010 @ 18:40:02

    Olá Leniza, boa tarde!

    Me identifiquei muito com o seu artigo publicado na revista Caras.
    Eu pedi a separação ao meu marido, perfeito como marido, como pai, mas a nossa situação financeira tornou-se insustentável. Após 5 anos de união eu pedi a separação, porem ele assunidamente, ainda acreditava na nossa relação, no nosso amor.
    Enfim, apos 3 meses, percebi que ainda o amava, e que as minhas contas continuaram as mesmas, se é que nao dobraram (como relata em um artigo).
    Passado 6 meses da nossa separação, ele diz que o amor de acabou, que so existem mágoas. Diz está focado na vida profissional.. somos amigos!
    Na tentativa de reatar a minha família e claro, por amar muito, penso: um amor acaba assim? Ou ele nunca me amou?
    Se puder, me responda, me ajude!
    Muito obrigada.
    beijos, Daniele

    Resposta

  11. maria helena ventorim
    mai 31, 2010 @ 00:31:02

    Leniza, gostaria que me enviasse um artigo que escreveu na revista caras sobre relacinamentos à distancia.Obrigada!

    Resposta

  12. Clézia Dias
    set 06, 2010 @ 14:19:00

    Olá Drª Leniza, bom dia!

    Sou estudante de psicologia, 1° período, e devo apresentar um artigo de algum psicólogo, o tema é livre.Vi que você fez comentários sobre androginia, na revista “Super Interessante”, o assunto me chamou a atenção, e eu gostaria de saber, se é possível que você me envie por e-mail algum artigo seu sobre o assunto, meu e-mail é: clezias@hotmail.com

    Grata,

    Clézia Dias.

    Resposta

  13. Leandra
    out 05, 2010 @ 17:19:33

    Ola Dra. Leniza!!
    Li seu artigo na caras sobre casais que vivem por comidismo e gostaria muito de receber essa materia em meu e-mail se possível, me identifiquei muito com essa materia e acho que esta na hora de erguer a cabeça e seguir o meu caminho sem medo..um grande abraço. Meu e-mail é
    leturco@msn.com

    Grata
    Leandra

    Resposta

  14. Michel
    nov 09, 2010 @ 16:06:47

    Olá Dra. Leniza!
    Acabei de ler um artigo seu em uma revista e me interessei muito ao acessar outras informações sobre seu trabalho. Gostaria que me enviasse por e-mail os seguintes artigos:
    1- Casais que vivem por comodismo
    2- Ser romântico faz muito bem para a alma e aquece o relacionamento
    3- Sobre separação (onde diz que na maioria das vezes é a mulher que toma a iniciativa).

    Grato
    Michel

    Resposta

  15. isabel sicherle
    jan 05, 2011 @ 19:39:08

    oi leniza. feliz 2011.

    nao encontro seu cartao e perdi seu telefone.
    voce poderia me reenviar por e mail ?
    obrigada Isabel Amorim Sicherle

    Resposta

  16. Patricia Franzoi
    fev 14, 2011 @ 16:54:15

    Olá Leniza,

    Estava na internet tentando ter uma “consulta virtual” para meus problemas amorosos e achei alguns artigos seus muito interessantes. Gostaria de entrar em contato e saber como funciona seu trabalho e saber se pode me ajudar. Vc poderia me enviar um email?

    Obrigada

    Patricia

    Resposta

  17. janete de souza
    mai 10, 2011 @ 10:35:36

    oi leniza, meu nome é janete de souza tenho 48 anos , vivo um relacionamto a quase 10anos. nesses quase 10 anos pouqui ssimo momentos felizes,ele é
    ´acomodado , não controla a bebida, quando bebe me agride moralmente e fisicamente. por varias vezes coloquei um fim nesse relacionamento mais volto atras, isso o fortaleceu e o respeito não existe mais. despois de mais uma agressão fisicamente não quero mais, só que preciso levar ate o fim porque dessa vez ele me agredia e ão mesmo tempo se esfregava em min, depois abriu o cabinete da pia e fez xixi la dentro, não aguento mais me ajuda porfavor a sair desse relacionamento doentil!

    Resposta

    • leniza
      mai 20, 2011 @ 17:17:50

      Janete
      Voce precisa mesmo se tratar para poder sair desse relacionamento.Quanto mais aceitar pior ele fica.Tem que dar um basta , e assim vai ajuda-lo tambem
      Meu email
      leniza09@ gmail.com
      abraço Leniza

      Resposta

      • janete de souza
        mai 31, 2011 @ 19:31:27

        oi leniza tudo bem? quero dizer amiga que coloquei um fim nesse relacoinamento doentil, pedi que ele fosse embora acredita que ele nem questionou aceitou numa boa? esta ainda muito recente a separação mais descobri que o bicho papão era menor que eu pensava, não vou negar que sinto uma grande solidão, mais não dele.acredito que esse homem nunca me amou, e ainda saiu dizendo: você nunca vai arrumar ninguem como eu, eu pensei dentro do meu intimo e eu nem quero mais uma pessoa como você que só queria me jogar em um poço fundo e escuro. beijos janete

  18. Bianca
    mai 20, 2011 @ 14:41:09

    Olá Leniza
    Estou passando por alguns problemas e gostaria de fazer uma terapia com você pois me identifiquei bastante com alguns de seus artigos. Não achei seus contatos… Peço a gentileza de entrar em contato comigo através de meu email.
    Grata,
    Bianca

    Resposta

  19. Claudia
    jun 21, 2011 @ 23:48:59

    ola!Dra. Lizina
    eu li um artigo seu na revista caras sobre amor(fala sobre traição e da dificuldade das mulheres encararem a situação)
    achei super interessante vc pode me mandar o artigo?
    Abraços…
    Até a próxima!!!

    Resposta

  20. antonio joselito de carvalho
    jun 29, 2011 @ 20:07:26

    minha distinta pscóloga: lir sua materia na revista cara edição 755 ano XV nª 17 de 25/04/2008
    onde aconselja, as mulheres, com a seguintes instrução: o que leva algumas mulheres a cairem no conto do predador profissional.
    sugiro que também faça uma matéria, com o seguinte título: o que leva muitos homens a cairem no conto das predadoras profissionaisque são os tipos de mulherescaçadoras de chuteiras ( ver o caso de elidia samudio ) aquelas que pares de vários homens, que as vezes nem sabe quem é o pai, o que geralmente é daquele que ganha mais, . que chega a ter até 03 filhos, fazendo da pensão alimenticia uma forma de renda.
    eu admiro muito a mulher que vence na vida sem fazer vida, na inteligencia.
    odeio esse movimento feminino.
    no mais, só não sou assinante, mais curto muito as materias dessa revista cara.
    de um soteropolitano.

    passe bem

    carvalhoi

    Resposta

  21. Elizabeth Lyrio Lozer
    set 12, 2011 @ 15:22:48

    Dra. Leniza,
    Desde a primeira matéria, de sua autoria, que li em CARAS, passei a ser uma profunda admiradora do seu trabalho. Quando tenho a oportunidade de ler a revista, simplesmente vou direto nas suas matérias. Sua forma de escrever encanta-me e o conhecimento adquirido por meio do seu trabalho tem sido de imensa valia em minha vida. Gostaria de saber se possui livros publicados e que me indicasse alguns, dentre os de sua preferência, para que pudesse tê-los em minha bibilioteca pessoal. Não tenho palavras para definir o quanto seus textos são esclarecedores, em que se utiliza de uma linguagem escrita fantástica. Você é uma profissional abençoada. Havendo a possibilidade, quero sempre receber os seus artigos.
    Parabéns.

    Resposta

    • leniza
      nov 30, 2011 @ 16:46:19

      obrigada Elizabeth
      Não tenho livros publicados, m escrevo mensalmente na Revista Caras.. vou postar mais artigos…abraço Leniza

      Resposta

  22. katia schmidt sanches
    nov 04, 2011 @ 17:06:51

    Parabéns pela reportagem da revista caras sobre Amor. Dependência não é amor. Relações saudáveis devem ser equilibradas.

    Resposta

  23. Flor
    nov 30, 2011 @ 14:34:32

    Gostei muito do seu blog achei muitas respostas para minhas duvidas…Passo por uma situação muito dificil um conflito interno q esta acabando comigo tanto sentimentalmente quanto fisicamente…

    Resposta

  24. Marisa Tonello
    jan 17, 2012 @ 21:00:34

    Li um artigo na revista Caras do dia 07/10/2011 em um consultório egostei muito, mas acho que anotei o título errado,pois não consigo achar a matéria. Anotei como DEPENDÊNCIA NÃO É AMOR. Se puder me enviar adoraria pois foi mais ou menos minha realidade.
    Abraços

    Resposta

  25. Vanessa
    abr 25, 2012 @ 11:44:20

    Bom dia Leniza, ótima matéria sobre o dim de um amor…..fiz uma copia da máteria, mas não consigo enviar para algumas pessoas que assim como eu precisam ler tudo que escreve……se possível for, me envie por e-mail.
    Um grande abraço….Vanessa

    Resposta

  26. viviane
    set 07, 2012 @ 00:47:53

    Olá Leniza,
    Tenho histórico de depressão e baixa auto-estima. Estou buscando um profissional para iniciar alguma terapia. Me interesso muito por pscicologia analítica. Vc pode me passar o seu contato? Ou caso não possa me atender me endicar algum profissional?
    Attt,
    Viviane.

    Resposta

  27. Ygor S. Sellmer
    dez 20, 2012 @ 19:45:52

    Ola leniza !
    Li as suas matérias sobre o amor e achei elas muito boas mesmo. E confesso que as vezes fico refletindo sobre este assunto e relações amorosas . Sobre esta ultima em especial, fico pensando às vezes o quanto que foi bom ou não termos adotado o termo ” ficar ” , você tem algo para comentar sobre este assunto ? E outro fato que fico pensando e justamente sobre talvez a etimologia e o significado da palavra “amor”, pois vejo muitas vezes que chegamos a falar para um amiga/o ” te amo” a principio querendo dizer que apenas gosta dela/e( talvez em nível inconsciente poderemos ate querer dizer que amamos a pessoa) , mas com isso fico pensando se um termo que apresenta um significado tão forte , não estaria sendo utilizado de forma tão banal, e até que certo ponto esta utilização teria consequências ? Você tem algo para falar sobre isso ?

    Confesso que coloquei questões para se pensar , mas queria saber a opinião de alguém com mais domínio sobre o assunto.

    Deste já agradeço

    Atenciosamente

    Ygor S. Sellmer

    Resposta

  28. Maria do Carmo Bonini Negrão
    fev 18, 2013 @ 17:55:29

    Boa tarde, tenho como minha médica cardiologista e amiga pessoal a Dra.Eliane Aboud, que a indicou para uma possível terapia, endo em vista eu estar passando alguns problemas, mas ela não estava com seu telefone. Se pudesse enviar-me um e.mail para eu saber como posso comunicar-me com vc, agradeço.

    Resposta

  29. Nair Marques dos Santos
    mar 24, 2013 @ 21:37:35

    Boa noite Leniza! Meu nome Nair, resido em Belo Horizonte.Li um artigo seu uma revista sobre parceiro que bebe e gostei muito da abordagem feita apontando a có-dependêcia.Fiquei bastante convicta de que eu sou uma delas e gostaria muito de sair desse lugar. Não quero iguinorar que convivo com um parceiro que bebe e que não acredita que precisa de ajuda, mas não quero ser có- dependente.Você tem alguma biblografia sobre o assunto para me indicar? Ou outra orientação?Segue o meu Email e aguardo uma resposta.Ficarei imensamente agradecida.

    Resposta

  30. ANDREA FARIAS
    nov 06, 2013 @ 23:02:16

    Conheci a Lenize hoje lendo um texto na revista Caras, quando estava em uma clínica de estética. Amei!!! Muito inteligente como aborda as questões de relacionamento. O texto que li intitula-se “Educação é essencial em qualquer relação. Na amorosa ainda mais” e foi publicado em uma edição recente da Caras. Será que poderiam disponibilizá-lo para mim por e-mail. É que não o encontrei no blog. Obrigada! Agora serei seguidora assídua da Lenize. Parabéns pelos artigos.

    Resposta

  31. ANDREA FARIAS
    nov 06, 2013 @ 23:04:12

    Conheci a Lenize hoje lendo um texto na revista Caras, quando estava em uma clínica de estética. Amei!!! Muito inteligente como aborda as questões de relacionamento. O texto que li intitula-se “Educação é essencial em qualquer relação. Na amorosa ainda mais” e foi publicado em uma edição recente da Caras. Será que poderiam disponibilizá-lo para mim por e-mail. É que não o encontrei no blog. Obrigada! Agora serei seguidora assídua da Lenize. Parabéns pelos artigos. Meu e-mail: andreafarias_7@yahoo.com.br

    Resposta

  32. Janete
    jan 25, 2014 @ 11:04:19

    Parabéns minha querida Leniza. Como sempre “Maravilhosa” sucesso . Beijos.
    Janete

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 54 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: